Opinião de Leitura

Manhã do Brasil

Manhã do BrasilO Moreno e a Morena, Jazz, muito Jazz! Narrador e a História; O Passado e o Futuro Mesclados com o Presente. E eu ali no meio me deliciando a cada nova página virada com a linda linguagem poética do Luis Alberto Brandão.

Manhã do Brasil me trouxe aquela típica sensação do retrô, do velho e do robusto, aquela sensação que surge quando visitamos uma casinha antiga, feita de barro ou de palha onde a mais simples família vive. Uma sensação tão boa que me fez sorver o livro rapidamente.

De início, um desafio: “Este livro é dedicado a Luiz Bonfá. Sugere-se que seja lido ao som de sua música, especialmente “Manhã de Carnaval”, executada pelo violão de Bonfá e o flugelhorn de Márcio Montarroyos no Disco The Bonfá Magic.”

Luis Bonfá? Márcio Montarroyos? Quem? Espera! Fiquei perdido! Vou ali no santo do Google me informar sobre essas duas figuras de quem eu nunca ouvi falar na vida! – Depois eu descubro a importância de Bonfá e Márcio na Música Brasileira e morro de vergonha de nunca ter ouvido sequer uma musiquinha deles – Tendo ouvido o tal do Bonfá eu vou atrás do tal Márcio. Parei pra ouvir seu Cd “Magic Moment” e não larguei mais. Realmente foi um Momento Mágico e ele continuou ressoando em meus ouvidos durante toda a leitura do livro! (Para ver como não sou um bom leitor e não sigo a risca o que o autor pede.)  (mais…)

Anúncios

Confissões de um Vira-Lata

Confissões de um Vira-LataSim, chorei, não nego e muito menos tenho vergonha de dizer isso. Confissões de um Vira-Lata foi o primeiro livro que li do Orígenes Lessa e tenho um carinho muito grande por ele. Na ocasião eu estava ajudando um gurizinho de 13 anos a entender melhor do livro e, como quem não quer nada, dei a idéia de lermos juntos a obra. – Ele morria de vergonha de fazer isso, renegou, relutou e disse com os dois pés juntinhos que não iria ler! Pois bem, fiz meu drama como um amante da Literatura e ele aceitou em incríveis 3 minutos. (claro, meu drama poderia ser digno de um Óscar, pois o guri ficou tão horrorizado comigo que logo saiu lendo a obra com um empenho de dar gosto.)-

O livro é tão bonito e mexeu tanto comigo que na época resolvi escrever essa pseudo-resenha: 

Sou vira-lata com orgulho! É sem dúvida a primeira “palavra dentro de palavras” que tenho a dizer depois de ler esse livro. Pouco é falado no mundo literário de Orígenes Lessa, saibam vocês que ele é um imortalizado da Academia Brasileira de Letras e suas obras são no mínimo fascinantes! Nasceu em Lençóis Paulistas no Estado de São Paulo, mas se mudou ainda jovem para o Maranhão junto com sua família. Romancista, jornalista, com mais de 50 obras publicadas no Brasil, participou ativamente da Revolução Constitucionalista
que acarretou mais tarde em sua prisão. Ganhou diversos prêmios literários, sendo o mais conhecido “Prêmio Carmem Dolores Barbosa” em 1956 pelo seu Romance “Rua de Sol”.   (mais…)