Boiando em Moçambique

Extasiado, digo eu, estar ao me deparar com as páginas de um mundo Moçambicano! Quanta coisa diferente da nossa! Quantas cores e mulheres fortes, comidas exóticas e lugares que enchem os olhos – ou a imaginação – do leitor.

Rafael Moralez é um cidadão – creio eu  – que “sobrevive” na cidade de São Paulo, gosta de muita “breja”, Rock and Roll e comidas para lá de exuberantes e vive tranqüilo na sua agitação diária.
Certo dia surge a proposta de ir até Moçambique “fazer sei lá o quê” por um tempo, sem pensar muito o guri aceita e é aí que começa a nossa diversão. (É sempre gostoso alimentar o nosso sadismo e ver como uma pessoa “sofre” ao se deparar com uma cultura e costume diferente do que está acostumada.)

O Livro nos conta o dia-a-dia de Rafael em Moçambique, o que ele come, no que ele trabalha e o que aquelas pessoas fazem para se divertir entre uma pobreza aparente. Temos várias – v-á-r-i-a-s – fotos durante o decorrer do livro, desenhos que ele mesmo fez (Até que são engraçadinhos) e opiniões sobre os quitutes regionais. Política e Educação não ficam de fora em sua abordagem muito divertida e pouco coloquial. Vale lembrar que “Boiando em Moçambique” veio primeiro em forma de blog de viagem, era uma proposta e um meio que ele achou para mostrar a família e os amigos o que ele estava passando a quilômetros de distância de sua terra natal e por isso o livro é tão interessante. Ele não está preocupado em te passar uma lição de vida ou te “educar”, o que ele quer é contar o que viu, o que bebeu (E como bebe!) e o que aprendeu com os Moçambicanos durante o seu tempo de convivência entre eles, como por exemplo essa passagem muito divertida na qual ele nos conta um “segredo” entre os nativos dessa região, imagino a face dele ao descrever isso:

“Aqui os homens tem o costume, quando são amigos de verdade, de andar de mãos dadas nas ruas, às vezes só com o mindinho… Ah, que gracinha né! Dois marmanjão com dois metros de altura cada um de mão dada, ah vá!”

Cada página se inicia com o dia, o horário e no final a música que ele estava ouvindo. É como se estivéssemos sentados ao seu lado e ele – com sua breja – bebendo e nos contando o que vivenciou por lá durante um bom tempo!
O livro é mais do que recomendado para aqueles que querem conhecer uma nova cultura sem sair de casa! Rafael – ou Rafa – Irá te contar tudo o que puder, e fazer você sentir o calor intenso que é um verão em Moçambique!

Nota :  
Onde achar: Balão EditorialLivraria CulturaTravessa.
Título: Boiando em Moçambique
Autor: Rafael Moralez
Editora: Balão Editorial
N° de Páginas: 216
ISBN: 9788563223043

Anúncios

4 comments

    1. O Livro é muito bacana, ele realmente te leva pra Moçambique e te conta o que viu.
      Obrigado pelo comentário!
      Um abraço. 🙂

  1. Parece muito interessante…uma conhecida da minha família que morava aqui na cidade é de Moçambique e nos contava um pouco da cultura do povo de lá!
    Tenho vontade de visitar essas regiões carentes da África, semana passada estava vendo um documentário que se passava lá na República Democrática do Congo, é osso!

    1. Eu achei muito interessante, mas acho que eu não iria – calor! calor! – sou uma pessoa que odeia com muito vigor o calor. Imagina? Não rola! Mwuahahahaha.

      Obrigado pelo comentário!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s